02/05/2009

Thermafil

Posted in Obturação às 10:03 por endodontiafob

Um dos requisitos mais solicitados pelos profissionais durante a obturação do canal radicular é o menor consumo de tempo e de material. O sistema Thermafil preenche esses requisitos e surge como uma alternativa rápida e simples de obturação (BERGER, 1995).tfp

Os obturadores endodônticos Thermafil (Dentsply, Tulsa Dental) são carregadores de aço inoxidável, titânio ou vrfplástico com diâmetros e comprimentos correspondentes aos das limas estandardizadas ISO, podendo ser encontradas nos calibres de 20 a 140, seguindo as especificações para os instrumentos endodônticos, inclusive no que tange ao código de cores. São recobertos por guta-percha alfa que, ao ser aquecida, torna-se plastificada e aderente ao carregador, o qual é levado ao interior do canal radicular. Esse sistema ainda possui um aquecedor que é o Thermaprep Plus e os verificadores, que correspondem ao carregador sem guta-percha, usados para a seleção do carregador central de metal, titânio ou plástico. (LEONARDO, 2005 ; LOPES, 2004).

Para uma melhor compreensão dos passos da técnica de obturação com o Sistema Thermafil, Leonardo (2005) propôs uma seqüência desta técnica, que será descrita a seguir:

Após a confecção de um correto preparo biomecânico e confecção do batente apical, escolha o carregador com guta-percha adequado através dos verificadores. Por exemplo, instrumenta-se um canal radicular até a lima de número 90 com um comprimento de 21 mm, utiliza-se um verificador do mesmo número (90) que será colocado no interior do canal radicular, devendo chegar aos 21 mm com uma certa facilidade, apresentando uma pequena pressão nas paredes do canal radicular. Se isso não ocorrer, deve-se usar um verificador menor, no caso o de número 80. Desta forma, a escolha do carregador contendo guta-percha está vinculada ao verificador e não necessariamente à última lima utilizada na confecção do batente apical. Coloca-se o verificador ao lado do carregador e se necessário, retire um pouco de guta-percha para que o tope de borracha do carregador chegue ao comprimento de trabalho determinado. tprO carregador escolhido será levado ao aquecedor, preso na garra com o tope de borracha no comprimento de trabalho. Após 15 segundos, um sinal indicará que a guta-percha está pronta para o uso. Neste período, uma pequena camada de cimento endodôntico foi passada nas paredes do canal radicular através de uma lima endodôntica ou cone de papel absorvente, sem deixar plugs de cimento no seu interior. Em um único movimento, introduza o carregador para o interior do canal radicular até o comprimento determinado, introduzindo-o no longo eixo do canal radicular, não sendo necessária na maioria dos casos a condensação lateral, porque todo o canal já está preenchido com guta-percha. Finalmente, por meio de uma broca, corte o carregador plástico, o que se consegue com muita facilidade.

A avaliação radiográfica dessa técnica tem-se mostrado favorável. A adaptação da guta-percha às paredes e às irregularidades do canal preparado por meio desse método de obturação tem-se revelado excelente (COHEN, 1998).

rd}

A grande vantagem desta técnica de obturação é a sua rapidez e praticidade. Uma das desvantagens é o extravasamento de material obturador para a região periapical que ocorre com uma certa frequência, devendo, portanto, esta técnica ser evitada em casos de rizogênese incompleta e ápices abertos (LEONARDO, 2005).

 

Referências:

BERGER, C. R. Thermafil: avaliação clínica. R. Odontol. UNICID, São Paulo, v.7, n.1, p. 19-26, jan/jun 1995.

COHEN, S.; BURNS, R. C. Caminhos da Polpa. 7º edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

INSTRUCTION MANUAL FOR USE WITH THERMAFIL PLUS ENDODONTIC OBTURATORS. Disponível em: http://store.tulsadental.com/lit/pdfs/TUD-2065_therfil+instr.pdf. Acessado em 02 de maio de 2009.

LEONARDO, M.R. Endodontia: Tratamento de Canais Radiculares. São Paulo: Artes Médicas, 2005.

LOPES, H. P.; SIQUEIRA JR, J. F. Endodontia- biologia e técnica. 2ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

SANTA CECÍLIA, M. Selamento apical propiciado pela técnica Thermafil, em canais retos e curvos, avaliado por duas metodologias distintas. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Odontologia de Bauru. Universidade de São Paulo. Bauru, 1994.

SCHILDER, H. Filling root canals in three dimensions. Dent. Clin. North Amer., v. 11, n. 4, p. 723-744, Nov., 1967.

WELLER, R. N.; KIMBROUGH, W. F.; ANDERSON, R. W. A comparison of thermoplastic obturation techniques: adaptation to the canal walls. J. Endod., v. 23, n. 11, p. 703-706, Nov. 1997.

1 Comentário »

  1. Matheus Jacobina said,

    Parabéns Pelo blog.
    Muito esclarecedor o artigo sobre essa técnica de obturação…
    Abraços!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: